O Extra 230 foi projetado desde o início para ser uma aeronave de competição acrobática. Desenhada pelo alemão Walter Extra para satisfazer os exigentes pilotos de competição do Clube Aéreo Suíço, voou pela primeira vez no ano de 1983.

 

Com suas asas construídas em madeira e equipado com um motor Lycoming AEIO 360 de 235 hp e hélice bipá Mühlbauer, o Extra 230 atinge a velocidade máxima de 403 km/h, com razão de subida inicial de 2.950 pés por minuto e autonomia de 2 horas e 30 minutos, com combustível máximo.

A envergadura é de 7.40 m, o comprimento é de 5.82 m e a altura 1.73 m, com peso vazio de 440 kg e peso máximo de 560 kg.

 

A produção foi encerrada em 1990, apenas para dar lugar ao seu sucessor, o Extra 300, mais pesado e projetado para dois pilotos.